TV Globo rompe normas do “BBB” para não dar R$ 1 milhão para a “come e dorme” Giselle

26 03 2008

Meio Norte
26/03/2008 – 08h:36

Não é novidade para ninguém que o reality show “Big Brother Brasil” segue o esquema dramático das novelas que a TV Globo. As heroínas têm que suar, sofrer, chorar. Os nordestinos têm que ser compreensivos, têm que sofrer, ser engraçados, ser escadas do pessoal do sul como o baiano Jean Wyllis, vencedor de uma edição do “BBB8”.
O Brasil se identificou e se encantou com o jeitinho da Gyselle e votou para ela ganhar. Foi preciso a TV Globo mudar as normas do “BBB8”, prorrogar votação, parar a votação pela internet para não dar R$ 1 milhão para uma piauiense que é européia, para uma cantora e atriz que fingiu ser a doce cajuína, mas porque desafia o conceito de homem cordial brasileiro, essa balela.
A TV Globo não queria premiar uma heroína que “apenas come e dorme”, que tinha uma carreira de cantora na França e cantava desafinado na casa. A TV Globo também acredita que seu “game” é verdadeiro. A Gyselle mostrou que não e expôs as fraturas do sistema. Por isso a TV Globo “roubou” o resultado pró-Rafinha, o homem cordial.


Actions

Information

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s




%d bloggers like this: