A reciprocidade do Acaso ou o Epitáfio Natural

11 12 2013

Num mundo instavel onde o certo e o incerto se encontram a todo tempo, algo vem a tona, o padrão do acaso.

Como diria Titãs, “O acaso vai me proteger, enquanto eu andar distraído” portanto enquanto o acaso convier,estaremos bem.

Nem sempre o acaso é bom, nem sempre é ruim, mas sempre está ali, esperando a oportunidade para acontecer, as vezes tentamos controlar as possibilidades, reduzir os riscos, monitorar a possibilidade e deixamos de seguir em frente, ficamos vidrados no acaso, não tento com isso aconselhar um progresso sem controle, mas uma analise do que queremos e de onde pretendemos chegar.

Uma grande árvore, não tem opção para se refazer, ela parte de uma boa base e assim cria uma maior possibilidade de sucesso, sem deixar de evoluir. Ela cresce, o receio da falha não a impede de se desenvolver.

Então vamos seguir em frente, sem perder a vida evitando passar pelos acasos,  ao inves disso vamos tornar os acasos saudaveis e aprender com eles!


Actions

Information

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s




%d bloggers like this: